segunda-feira, julho 11, 2005

Toldos, esplanadas e afins...

Já todos devem ter reparado que em Silves ou mesmo por todo o concelho existem edifícios de carácter histórico/ patrimonial que estão a ser descaracterizadas por toldos, montras, esplanadas e afins que não nos permitem ter uma leitura correcta do interesse patrimonial desses edifícios, como por exemplo, das suas proporções, certos pormenores arquitectónicos que são ocultados ou destruídos entre muitos outros parâmetros.
Um caso que acho paradigmático é o do Edifício das Casas Grandes no Largo Coronel Figueiredo onde actualmente se encontram estabelecidos a Casa do Benfica de Silves e um Bar, onde como se não bastassem os toldos e as esplanadas agora afixaram uma faixa enorme a dizer Sport Lisboa e Benfica Campeão!
Não, os leitores não julguem que isto são as queixas de um fanático de outro clube ferido por ter perdido o campeonato para o Benfica, pois quando se trata do Nosso património histórico-cultural sou apolítico ou afutebolístico (se é que a palavra existe!). Custa-me ver um tão imponente edifício ser deturpado cada dia que passa por meros interesses económico/comerciais e quem fala deste caso, fala de muitos outros que por aí pairam!
Na lei 107/2001 de 8 de Setembro de 2001 respeitante à protecção e valorização do património cultural destaco uma alínea que considero aplicável a estes casos e que deixo para reflexão.

Artigo 6º

h) Responsabilidade, garantindo prévia e sistemática ponderação das intervenções e dos actos susceptíveis de afectar a integridade ou circulação lícita de elementos integrantes do património cultural.